Volta Redonda Notícias

“Programa de índio”, Radial Leste continua com o projeto “Ruas de Lazer”

Neste domingo, 18, quem trafegar pela Vila Santa Cecília, não terá mais o empecilho de ter que desviar das ruas 33 e adjacentes. A prefeitura informou que não irá continuar com o projeto na Vila devido ás festividades de final de ano.

Calor e sol na cabeça

Muitos moradores reclamam, que na Radial Leste, por ser muito aberta, você fica muito exposto ao sol, visto que na lá não existe nenhuma sombra, se tornando um verdadeiro “programa de índio” comparecer ao projeto. Com todo o respeito aos índios, aqui estou somente utilizando a força da expressão.

Globo decide encerrar o programa ‘Amor & Sexo’

O programa de Fernanda Lima chegou ao fim na Globo.

A atual temporada de “Amor & Sexo” será a última.

A produção da atração já foi avisada.

No ar desde 2009, a atração de Fernanda Lima vem perdendo em audiência para “A Fazenda”, da RecordTV, e enfrentando uma grande queda de público. Há dias em que chega a perder o terceiro lugar para o SBT.

Na média nacional, a audiência da atração despecou quase 70% de 2016 para 2018.

No último dia 13, entre as 23h13 e 0h08, a atração global conquistou 10,7 pontos de audiência. O SBT marcou 11,2 pontos, com a exibição de parte do “Programa do Ratinho” e “Cine Espetacular”. A Record ficou na liderança com “A Fazenda 10”, que ficou isolada em primeiro lugar com 12,9 pontos. Cada ponto equivale a 72 domicílios da Grande São Paulo.

O programa se envolveu em polêmicas, como a mais recente, com o cantor Eduardo Costa, que atacou Fernanda Lima nas redes sociais após um discurso dela no programa contra o machismo e preconceito. A confusão rendeu para ambos os lados.

Associação Médica critica “retaliação” cubana ao Mais Médicos

A Associação Médica Brasileira (AMB) qualificou de retaliação a decisão do governo cubano de romper o acordo firmado com o Brasil no âmbito do Programa Mais Médicos e retirar os intercambistas do país.

Em nota divulgada hoje (17), a AMB diz que o governo brasileiro transferiu “de forma temerária” para Cuba parte da responsabilidade pelo atendimento na atenção básica e que isso deixou o Brasil “submisso aos humores” do governo de outro país. “Os impactos negativos previstos são os que estamos comprovando agora”.

No comunicado, a AMB afirma que o programa foi criado a partir de uma premissa equivocada: a de que não havia médicos em número suficiente no Brasil. O que não existe, segundo a entidade, são políticas públicas que atraiam e fixem esses profissionais nos municípios – sobretudo os menores e os mais distantes dos grandes centros.

“O governo brasileiro acabou lançando mão de importação de mão de obra, trazida numa condição análoga à escravidão: obrigada a abrir mão de mais de 70% do que o Brasil desembolsava e alocada independentemente das condições de trabalho existentes”. lembra a Associação Médica.

Para a AMB, resolver a questão que envolve a oferta de médicos em locais de difícil provimento ou de difícil acesso não é algo a ser feito por meio de ações paliativas. De acordo com a nota, a  solução definitiva passa pela criação de uma carreira médica de Estado.

Os atuais 458.624 profissionais contabilizados no Brasil atualmente são classificados pela entidade como suficientes para atender às demandas da população. “Essa crise será resolvida com os médicos brasileiros”, destacou a AMB. “Não vamos aceitar esta sabotagem com o povo brasileiro”, conclui o comunicado da associação.

Ações emergenciais

O documento sugere ainda como ações emergenciais para a serem adotadas em meio à “crise deflagrada” na saúde a reformulação e reforço do Piso de Atenção Básica; aumento do valor repassado pela União para a atenção básica para que municípios consigam contratar médicos na própria região; mudanças na forma de cálculo, garantindo mais recursos para municípios menores; e reforço do atendimento em áreas indígenas e de difícil acesso.

A AMB propõe também que se aumente o investimento nas Forças Armadas para aproveitar a experiência destas tanto em áreas de difícil acesso quanto em áreas indígenas, levando médicos e toda a infraestrutura de saúde necessária a essas localidades. Para tanto, a União utilizaria os atuais médicos das Forças Armadas, incrementaria o efetivo por concurso e selecionaria também novos médicos oficiais voluntários para atuar de forma temporária.

Outras sugestões são incentivar a adesão de médicos jovens ao Mais Médicos e promover mudanças no edital do programa, que será lançado em breve, conforme anunciado pelo Ministério da Saúde, criando subsídios e incentivos a profissionais jovens com dívida no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). No período em que estes médicos atuarem no programa, as parcelas do financiamento ficariam suspensas. Além disso, haveria o benefício de descontos no montante geral da dívida, de acordo com o tempo de permanência e o município ou região escolhido (quanto menor o município ou de mais difícil provimento, maiores os descontos).

A Associação Médica Brasileira alerta que é preciso garantir a esses méidicos mesmas condições ofertadas aos cubanos até então: moradia, alimentação e transporte.

12 Indústrias novas vão se estabelecer em Três Rios

Hocus Pocus prepara instalação de fábrica em Três Rios – Divulgação

A expectativa é que doze novas indústrias de diversos setores, gerem ainda neste ano de 2018, até mil empregos diretos.

Entre as novas indústrias, a recém-inaugurada GE Celma e a cervejaria artesanal Hocus Pocus, que está em processo de instalação. Além da fábrica, a unidade terá espaço para degustações, exposições e vendas de produtos. Haverá ainda um local para a realização de eventos culturais.

Na semana passada foi inaugurada a GE Celma, unidade de aviação da GE no Brasil. Em Três Rios ficará o novo banco de provas de motores aeronáuticos os outros são no Rio e em Petrópolis. Ele será capaz de revisar, em média, 700 propulsores/ano. Entre eles, o GENX-1B, da Boeing, que era testado nos Estados Unidos.

Bombeiro é sequestrado e morto em Resende

O bombeiro reformado, Luiz Porto Fraga, de 61 anos, foi encontrado morto  em um matagal próximo à comunidade conhecida como Terra Livre. O carro foi encontrado na manhã deste sábado, 17, após a esposa ter dado entrada no Hospital de Emergência de Resende com lesões decorrentes do assalto que o casal sofrera.

Até o momento não se sabe a motivação ou os suspeitos do crime. O corpo foi encontrado com marcas de tiros e agressões.

Foto: Redes Sociais