Volta Redonda Notícias

População entra na justiça para cancelar show de Anitta no Réveillon de PE

Uma ação popular está tentando cancelar um show da cantora na cidade de Paulista, interior do estado de Pernambuco, marcado para acontecer durante o Réveillon, nesta terça-feira (31). O motivo seria o alto valor do cachê cobrado pela funkeira e o argumento seria de que a cidade poderia “gastar melhor” o investimento. O pedido foi negado pela Justiça em 1ª instância, mas cabe recurso.

O advogado Pedro Paulo da Silva foi quem entrou com a ação popular e escreveu, no texto, que o município deveria investir em outros setores públicos, visto que a cidade estaria passando por necessidades mais urgentes, “como saúde, educação e segurança”. Como o Poder Judiciário está em recesso, ele precisou ir pessoalmente ao polo de plantão na tarde do último sábado (28).

Com o pedido negado, ainda há a possibilidade de que o advogado entre com recurso em segunda instância. Caso receba uma decisão favorável, a prefeitura de Paulista será obrigada a devolver o dinheiro gasto com a apresentação.

Informações dão conta de que o show de Anitta custou cerca de R$ 250 mil, mas o pagamento não teria sido realizado exclusivamente pelos cofres públicos. De acordo com o portal ‘Uol’, há investimento da iniciativa privada no evento, que deve custar cerca de R$ 500 mil no total, contando com diversos outros shows.

Fonte: Revista Cifras

Prefeitura de Volta Redonda está com processo seletivo para diversas áreas

A prefeitura de Volta Redonda abriu um processo seletivo controverso neste dia(26) de dezembro. O edital é um tanto controverso pois abre um processo seletivo em uma época que muitas pessoas estão fora da cidade e isto chamou a atenção de vereadores que foram para as redes sociais questionar mais uma vez a atitude do prefeito de Volta Redonda.

O processo seletivo foi iniciado no dia 26 de dezembro e termina no dia 03 de Janeiro. O conteúdo foi publicado no Diário Oficial VOLTA REDONDA EM DESTAQUE que pode ser acessado neste link em azul.

As vagas são para ascensorista, assistente social, auxiliar administrativo, biólogo, biomédico, copeira, cozinheiro, cuidador de saúde, médicos de diversas especialidades, recepcionista, técnico agrícola e terapeuta ocupacional. Os salários vão de R$ 1448,00 a R$ 7.000. As vagas são para o prazo de 03 meses prorrogáveis por mais 03 meses. Interessados devem entregar o currículo nas Secretaria Municipal de Saúde.

O vereador Jari chamou a atenção para o Princípio Constitucional da Publicidade uma vez que o edital foi feito em data controversa.

O Volta Redonda Notícias não é uma empresa jornalística. É um canal com página no Facebook, Instagram e Website. A função de nosso canal online é basicamente informar a população da realidade do município de Volta Redonda sem qualquer intuito ou ligação política. Qualquer cidadão pode entrar em contato comigo e passar informações de interesse público.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/voltaredondautilidade

Instagram: https://www.instagram.com/voltaredondanoticias/

Médicos do HSJB escrevem carta aberta para a população de Volta Redonda

A página Médicos VR publicou nesta manhã uma carta aberta para a população de Volta Redonda para externar a insatisfação e preocupação quanto ao rumo destinado à instituição HSJB(Hospital São João Batista).

Na carta eles afirmam que foram “pegos de surpresa com a tomada da administração do HSJB pela Organização Social AFNE” e que, sem nenhuma transição, da noite para o dia, passaram à gerência da referida OS. Eles afirmam que que continuam trabalhando para a população de Volta Redonda por respeito, pois estão sem um contrato de trabalho e sem conhecer a política salarial da Organização Social.

Os médicos questionam a forma de contratação e a política salarial pois a Organização Social AFNE que impor uma contratação via Pessoa Jurídica(PJ), sem nenhum direito trabalhista.

No fim eles afirmam que não aceitarão a imposição do regime e tão pouco a política salarial praticada pela Organização Social AFNE e exigem respeito dessa administração com os médicos.

Veja a carta na íntegra:

Na última semana a Câmara Municipal de Volta Redonda autorizou a transferência de R$ 20 milhões da saúde para pagar 13º, segundo informou os vereadores.

Shows do réveillon serão pagos pela iniciativa privada?

Uma grande confusão nas redes sociais foi criada nos últimos dias em torno das despesas do poder público municipal. Um dos principais assuntos foi o show do réveillon com os cantores Marcos e Belutti e que segundo o Chamamento Público e os vereadores Jari, Carlinhos Santana e Granato, a prefeitura não teria conseguido as verbas com a iniciativa privada e quem pagaria o show seria o município.

Um notícia foi dada na noite deste sábado(28) no jornal o Diário do Vale, com informação da Secretaria de Comunicação de Volta Redonda de que o evento será pago pela iniciativa privada e que o chamamento público possibilitou a captação de patrocinadores que, em troca de associarem a marca ao evento, irão pagar os gastos. Segundo informações desta notícia, a prefeitura atuaria “como fiadora do evento, para garantir segurança e credibilidade a grandes artistas como os cantores Marcos e Belutti”.

Até o momento não existe informação acerca de quem seriam os patrocinadores do evento, quando e quanto pagarão cada empresa.

Também não existe informação acerca do(s) contrato(s). Me parece que falta de transparência neste assunto por parte do município e, ao que parece, este assunto ainda não está resolvido.

Prefeito mentiu para o povo? Show do Réveillon de VR vai custar R$ 300 mil para o povo pagar

Os vereadores Jari e Carlinhos Santana foram para as redes sociais neste sábado(28), para, segundo eles, “mostrar a verdade” sobre o Réveillon de Volta Redonda que acontecerá na Vila Santa Cecília e contará com o show da dupla Marcos e Belutti.

O show que fora anunciado pelo prefeito Samuca Silva como sendo uma Parceria Público Privada entre o município e uma empresa misteriosa não é verdade. É o que afirma os vereadores Jari e Carlinhos Santana com base no Aviso de Ratificação que foi divulgado em um jornal de Volta Redonda. No informativo consta o valor de R$ 300mil para o município pagar para empresa Marcos e Belutti Produções Artísticas LTDA, ou seja, o povo de Volta Redonda vai ajudar a enriquecer ainda mais a vida dos artistas enquanto a população da cidade carece do básico para saúde, educação e segurança pública. Aqui vale uma observação: A média de cachê da dupla é em torno de R$ 150mil.

O que disso os vereadores:

“A Verdade sobre o Réveillon de Volta Redonda

Essa publicação que tive acesso, dando conta do pagamento de R$ 300 mil pela contratação da dupla Marcos e Belutti, contraria a divulgação da prefeitura que afirmava que, diante das dificuldades financeiras, faria a festa de Réveillon em parceria com a iniciativa privada.

Acho sim um absurdo isso! A cidade em crise financeira e a prefeitura pagando R$ 300 mil para um show! É no mínimo falta de bom senso e falta de prioridades!

Por conta disso, como vereador e representante legítimo da população, vou apresentar na Câmara um requerimento pedindo informações sobre a parceria público privada que teria financiado o Réveillon de Volta Redonda.” Informou Jari

Já o vereador Carlinhos Santana fez um vídeo onde ele afirma: – “Mais uma vez, dinheiro tirado da saúde e educação para poder “botar” no show que na realidade a população merece, mais tem muita prioridade nesta cidade. Mais uma vez, mais uma mentira”.