Volta Redonda Notícias

Pedágio da Via Dutra vai ficar 20% mais barato com nova concessão

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, disse hoje (13) que o modelo para a nova concessão da Via Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro, vai permitir uma redução de pelo menos 20% da tarifa de pedágio.

Atualmente, o valor total para ir de uma capital a outra está em cerca de R$ 60 e deve ficar, segundo a estimativa, abaixo de R$ 50. “Vai pagar menos tarifa do que paga hoje, tendo muito mais investimentos”, ressaltou o ministro ao fazer uma apresentação do projeto na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

De acordo com o ministro, a disputa pela administração da via será feita a partir de uma combinação entre a oferta de menor tarifa e o pagamento de outorga pela concessão.

A ideia é que as empresas não reduzam demais o preço do pedágio e depois fiquem sem caixa para a administração da estrada. “No leilão, vamos estabelecer um patamar de desconto. Na competição, a tarifa vai baixar ainda mais [do que 20%]. E a partir do momento em que atingimos um teto, mudamos para outorga, porque é uma maneira de preservar o caixa e garantir que, de fato, o investimento vai ser feito”, explicou. Freitas acredita que o leilão possa ser realizado ainda este ano.

Investimentos

Estão previstos R$ 32 bilhões de investimentos para manutenção e melhorias na rodovia. A concessão deve englobar ainda a rodovia Rio-Santos. Segundo Freitas, a intenção é viabilizar obras na rodovia que, se fosse  concedida sozinha, não teria sustentabilidade econômica. “A maneira que encontramos de fazer investimentos na Rio-Santos foi através da Dutra”, justificou o ministro.

O projeto para nova concessão da rodovia após o fim do contrato atual, sob administração da CCR, prevê a duplicação de 215 quilômetros e 315 quilômetros de novas faixas. Com isso, a Rio-Santos deverá passar a ser pista dupla do Rio de Janeiro até Angra dos Reis.

Devem ser construídos ainda 40 quilômetros de vias marginais. Além disso, haverá um forte projeto de monitoramento por câmeras e de iluminação por lâmpadas de led. “Nós vamos ter iluminação de led na rodovia inteira, câmeras a cada 500 metro e interligação com órgãos de segurança”, enfatizou Freitas.

Pedágio em Guarulhos

Entre os pontos controversos da proposta está a cobrança de pedágio no trecho entre São Paulo e Guarulhos, município da região metropolitana com principal aeroporto Grande São Paulo. Com a implantação do chamado sistema free flow, que cobra pela distância percorrida, a estimativa é que a tarifa para trafegar entre as duas cidades fique em torno de R$ 1,90. O tráfego pelas vias marginais, no entanto, poderá ser feito de forma gratuita.

Durante a reunião com o ministro, o prefeito de Guarulhos, Gustavo Henric Costa, questionou sobre a possibilidade de ao menos os moradores da cidade serem isentados da cobrança. De acordo com ele, a rodovia é usada como uma avenida pelos motoristas do município.

Rio Paraíba transborda em pontos de Volta Redonda

O Rio Paraíba do Sul, transbordou em ao menos dois pontos de Volta Redonda. No acesso de carros e pedestres que seguem da Avenida Almirantes de Barros Nunes(Beira-Rio) passando por baixo da ponte Pequitito Amorim no bairro Niterói e no Aterrado na rua Rua Desembargador Ellis Hermydio Figueira.

Já no bairro Aero Clube, a água está próxima da calçada conforme foto abaixo:

Na manhã desta quinta-feira a vazão que sai da represa do Funil foi aumentada de 480m³/s para 539m³/s. Segundo Furnas, procedimento é padrão para esta época do ano e nível é seguro. De acordo com o Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul, na terça-feira (11) a vazão do reservatório era de 278 m³/s.

Segundo a Defesa Civil, o Rio Paraíba do Sul está com 3,68 metros. O nível normal é de 1,90 metros e transborda assim que se ultrapassasse os 3,85.

Represa do Funil aumenta vazão do reservatório e começa a preocupar

Controladores da Represa do Funil, informaram no início desta tarde que a vazão para o Rio Paraíba do Sul vai subir de 360m3/s, para 436m3/s, no momento a represa está com 70.3% da capacidade. Segundo informações da represa, a partir de 500m3/s a situação começa a ficar bem preocupante, podendo ocorrer transbordamento do rio em diversos lugares.

A vazão foi aumentada para abrir espaço pra água que está chegando de SP devido as fortes chuvas dos últimos dias.

Ainda não existe risco de transbordamento mas a situação já é preocupante.

Em Volta Redonda a vazão já está próxima de 500.
Em Itatiaia a vazão já ultrapassou os 500m³/s

OAB/VR quer explicações sobre abandono do Cemitério Municipal

A OAB Volta Redonda – 5ª Subseção, expediu um ofício nesta quarta-feira(29) cobrando explicações do prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva sobre o estado de abandono do Cemitério do Retiro e medidas de urgência para a recuperação do local.

Nas fotos divulgadas na página da OAB é possível ter uma dimensão do estado atual do Cemitério Municipal.

Vejam as fotos do local:

SAAE-VR informa interrupção do abastecimento em 3 bairros

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Volta Redonda, Saae-VR informa que o abastecimento de água está interrompido nos bairros Santo Agostinho (Caviana), Nova Primavera e Parque do Contorno, devido a um rompimento, na madrugada desta quarta-feira, dia 29.

A manutenção está sendo realizada nesta manhã, e vai retornar de forma gradativa, primeiro nas regiões mais baixas. A previsão é que o fornecimento volte ao normal em 36 horas.

O Saae-VR ressalta o compromisso no abastecimento aos bairros de Volta Redonda e orienta a todos que façam o uso racional da água.