Volta Redonda Notícias

Estado do Rio oferece 194 vagas de emprego

Durante esta semana, o Sistema Nacional de Emprego (Sine) oferece, 194 oportunidades de trabalho nas regiões Metropolitana, Médio Paraíba e Serrana do Estado do Rio. Para concorrer a uma das chances de emprego, é preciso se cadastrar no site ou pelo aplicativo Sine Fácil.

Para se cadastrar, é preciso clicar no link “Vagas de Emprego”, dentro do item “Trabalhador”, no canto esquerdo da tela inicial. Outra opção é selecionar “Entrar”, no item “Emprega Brasil”.

Será preciso informar dados pessoais para receber uma senha. Quem já é cadastrado no portal gov.br tem acesso direto. Após informar o número do CPF e a senha, basta clicar em “Vagas de Emprego”.

As vagas cadastradas exigem diferentes perfis de candidatos, e o sistema indica as que se encaixam para cada trabalhador. Em caso de dúvida, os interessados podem entrar em contato com a Central de Captação, pelo e-mail cecap@trabalho.rj.gov.br.

Há 158 vagas disponíveis, das quais 20 são para assistentes de vendas, 10 para costureiras e 10 para açougueiros, entre outras.

No Médio Paraíba, há 09 postos de trabalho para auxiliares de contabilidade, auxiliares de limpeza, motoristas de caminhão e outros profissionais.

Na Região Serrana, existem 27 chances de emprego, com destaque para 14 vagas para técnicos analista de qualidade, seis postos para desenvolvedores de web e quatro oportunidades para programadores de comunicação de sistemas.

A remuneração paga e os requisitos para cada função devem ser consultados no portal.

Médicos do HSJB pedem demissão por falta de condição de trabalho

Diversos médicos do Hospital São João Batista, pediram demissão na noite desta quinta-feira(23), através de um grupo do Whatsapp que lhes pertence. Segundo os médicos, a falta de condições de trabalho e falta de EPI para tratamento da COVID-19 seriam os principais motivos. Há falta de medicamentos básicos como Dipirona.

Na manhã desta sexta-feira(24) a situação estaria tentando ser controlada entre os plantonistas e a direção da unidade hospitalar.

Problemas com a atual OS que o prefeito Samuca Silva e o ex-secretário e atual pré-candidato a prefeito Alfredo Peixoto colocaram para administrar o HSJB são comuns, conforme as notícias abaixo:

Lembrando que o ex-secretário de saúde, Alfredo Peixoto, abandonou a saúde municipal para ser pré-candidato ao pleito deste ano.

Caixa divulga orientação para desbloqueio de contas

A partir de hoje (23), os usuários do Caixa Tem, usado no recebimento do auxílio emergencial, que tiveram contas bloqueadas preventivamente por inconsistência cadastral poderão realizar o envio de documentos por meio do aplicativo para realizar o desbloqueio em até 24 horas. O Caixa Tem apresentará as orientações necessárias que o beneficiário deverá seguir no próprio aplicativo.

No caso de contas bloqueadas por indícios de fraudes, os usuários serão informados por meio do aplicativo Caixa Tem para que se dirijam a uma agência de acordo com calendário escalonado por mês de aniversário. Segundo o banco, o objetivo é evitar filas nas agências e aglomerações.

Veja as datas dos desbloqueios:

Mes de aniversárioData para os desbloqueios (início)
Janeiro, fevereiro e marçoaté 24 de julho
Abril e maiode 27 a 31 de julho
Junho e julhode 3 a 7 de agosto
Agosto, setembro e outubrode 10 a 14 de agosto
Novembro e dezembrode 17 a 21 de agosto

Combate a fraudes

O banco disse ainda atua de forma conjunta com os órgãos de segurança pública para mitigar riscos de fraudes e garantir nível adequado de segurança no pagamento do auxílio emergencial e demais benefícios sociais.

A Caixa reforça que o aplicativo tem “múltiplos mecanismos integrados de segurança, mantendo-se inviolável e seguro”. “Recomenda-se aos usuários utilizar apenas os aplicativos oficiais da Caixa e jamais compartilhar informações pessoais”, diz o banco.

Cientistas brasileiros vão testar remédio que reduz 94% da carga viral da covid-19

Chegada dos 5000 testes para coronavírus. Guarulhos – SP, 30/03/2020. Fotos: Divulgação/MS

Nos próximos dias, cientistas brasileiros vão iniciar os testes clínicos com um medicamento que apresentou 94% de eficácia em ensaios in vitro na redução da carga viral em células infectadas pelo novo coronavírus. De acordo com o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Marcos Pontes, os testes serão feitos em 500 pacientes internados com covid-19, em sete hospitais do país: cinco no Rio de Janeiro, um em São Paulo e um em Brasília.

O nome do medicamento só será divulgado após o fim do protocolo de pesquisa clínica, até que seja demonstrada a sua eficácia e segurança em pacientes, “para evitar uma correria em torno do medicamento”. Mas, de acordo com Pontes, é um remédio de baixo custo, bem tolerado e disponível inclusive em formulações pediátricas. “Por que isso é importante? Ele tem uma vantagem muito grande, tem pouco efeito colateral e pode ser empregado numa grande faixa da população”, explicou.

O ministro destacou a importância e o trabalho da ciência brasileira na busca por soluções contra a pandemia de covid-19. “Nós estamos falando de ciência feita no Brasil, uma ciência respeitada em todo o mundo. Os nossos cientistas são muito responsáveis, não só pelo conhecimento, mas pela atitude, esse pessoal tem trabalhado dia e noite. Muitos são bolsistas e estamos conseguindo resultados por meio do trabalho desses pesquisadores”, disse o ministro. “Espero que vocês como brasileiros também tenham orgulho desses cientistas”, ressaltou.

Replicação viral

Foram realizados testes com 2 mil medicamentos que já são comercializados em farmácias para verificar se existe algum capaz de se ligar ao vírus e de bloquear a replicação viral. A estratégia, chamada de reposicionamento de fármacos, foi adotada por cientistas do Laboratório Nacional de Biociências (LNBio), em Campinas, que integra o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), organização social supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Ao final, os pesquisadores identificaram seis moléculas promissoras que seguiram para teste in vitro com células infectadas com o novo coronavírus. Desses seis remédios pesquisados, os cientistas do CNPEM descobriram que dois reduziram significativamente a replicação do vírus. O remédio mais promissor apresentou 94% de eficácia em ensaios com as células infectadas.

O protocolo de ensaios clínicos foi aprovado nesta terça-feira (14) pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa. O medicamento será ministrado por cinco dias nos pacientes e mais nove serão necessários para observação. Serão incluídos no estudo pessoas que chegarem aos hospitais com pneumonia e sintomas de covid-19: febre, tosse seca e as características da tomografia com vidro fosco.

O grupo de testagem será amplo, com qualquer pessoa maior de 18 anos, mas não para os casos muito graves. O paciente deverá assinar um termo de consentimento para participar do protocolo, que consiste na administração aleatória do medicamento ou de placebo. A expectativa é que o estudo seja concluído em quatro semanas. “Isso é feito de forma extremamente científica, usando todo o formalismo científico, para que a gente não tenha dúvidas”, destacou o ministro.

O desenvolvimento do estudo no LNBio ocorre no âmbito da Rede Vírus do MCTIC, responsável pela articulação dos laboratórios de pesquisa e especialistas na continuidade dos estudos com pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

Testes e vacinas

O ministro também apresentou hoje o resultado do trabalho do CTVacinas, da Universidade Federal de Minas Gerais, que também por meio da Rede Vírus, desenvolveu um reagente nacional que tem a mesma performance de reagentes importados para testes diagnósticos de covid-19. “Isso dá autonomia para o país e a possibilidade de aumentar a produção para os tipos de teste que estão sendo feitos no Brasil”, explicou Pontes.

Outra pesquisa apresentada pelo ministro é o desenvolvimento de um teste para detecção do novo coronavírus que não precisa de reagente químico. “É um equipamento que faz reação com laser a partir da saliva da pessoa que está sendo testado”, explicou. O processamento do diagnóstico é feito por meio de inteligência artificial e o resultado fica pronto em menos de 1 minuto.

O sensor está sendo desenvolvido pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Teranóstica e Nanobiotecnologia (INCT TeraNano), da Universidade Federal de Uberlândia, em Minas Gerais. De acordo com Pontes, com a informatização das unidades de saúde, em 20 dias, será possível colocar um número considerável dessas máquinas no país, cerca de mil máquinas capazes de fazer até 500 testes por dia.

“Imaginando que tudo isso funcione [o remédio e os testes], em meados de maio teremos ferramentas muito efetivas para combater essa pandemia no Brasil e resolver todos esses problemas”, disse o ministro.

300 vagas para telemarketing em Barra Mansa

Barra Mansa abre nesta quarta-feira, dia 11, as inscrições para o processo seletivo para contratação de 300 operadores de telemarketing. A iniciativa acontecerá na sede do Clube Municipal, tendo seu início às 8h. De acordo com o presidente do Clube Municipal, Ademir Melo, os pré-requisitos exigidos são os seguintes: o candidato deverá ser maior de idade, ter o ensino médio completo, possuir conhecimento em informática, ser comunicativo e proativo, trabalhar em equipe e ter foco em resultados. Serão disponibilizados benefícios ao trabalhador, como vale transporte e vale refeição, além do salário fixo.

Para assegurar sua participação na seletiva, os interessados devem estar munidos de documento de RG, CPF e canetas. O processo terá duas etapas, sendo a primeira uma prova de redação e uma entrevista. Enquanto a segunda, será uma avaliação digital em computadores no Campus Cicuta, do Centro Universitário de Barra Mansa (UBM).

O Clube Municipal de Barra Mansa fica localizado na Rua Juiz Antônio Ciani, nº 91, Centro, próximo ao Parque Centenário (Jardim das Preguiças). As inscrições acontecem no estacionamento do local.