Volta Redonda Notícias

Médicos do HSJB pedem demissão por falta de condição de trabalho

Diversos médicos do Hospital São João Batista, pediram demissão na noite desta quinta-feira(23), através de um grupo do Whatsapp que lhes pertence. Segundo os médicos, a falta de condições de trabalho e falta de EPI para tratamento da COVID-19 seriam os principais motivos. Há falta de medicamentos básicos como Dipirona.

Na manhã desta sexta-feira(24) a situação estaria tentando ser controlada entre os plantonistas e a direção da unidade hospitalar.

Problemas com a atual OS que o prefeito Samuca Silva e o ex-secretário e atual pré-candidato a prefeito Alfredo Peixoto colocaram para administrar o HSJB são comuns, conforme as notícias abaixo:

Lembrando que o ex-secretário de saúde, Alfredo Peixoto, abandonou a saúde municipal para ser pré-candidato ao pleito deste ano.

⚠️ NOTA OFICIAL ⚠️ (Ministério da Saúde – corona vírus)

– O Ministério da Saúde , em conjunto com as secretarias de saúde estadual e municipal de São Paulo, investiga possível caso de Doença pelo Coronavírus no município de São Paulo.

– Em 25.02, após 12h, o Hospital Albert Einstein registrou a notificação de caso suspeito de Doença pelo Coronavírus 2019 (COVID-19). No atendimento, adotou todas as medidas preventivas para transmissão por gotículas, coletou amostras e realizou testes para vírus respiratórios comuns.

– Ainda realizou o exame específico para SARS-CoV2 (RT-PCR, pelo protocolo Charité), conforme preconizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

– Com resultados preliminares realizados pela unidade de saúde e de acordo com o Plano de Contingência Nacional, o Hospital Einstein enviou a amostra do exame para o laboratório de referência nacional, Instituto Adolfo Lutz, para contraprova.

– Este processo de validação dos resultados está em curso e o Ministério da Saúde divulgará o laudo final da investigação oportunamente. A pasta recomenda, portanto, cautela sobre quaisquer informações que não sejam as oficiais, uma vez que a investigação não está concluída.

– Trata-se de um homem de 61 anos, residente em São Paulo/SP. Traz o histórico de viagem para a Itália, na região da Lombardia (norte do país), à trabalho, sozinho, no período de 09 a 21 de fevereiro.

– Ele iniciou com sinais e sintomas (febre, tosse seca, dor de garganta e coriza) compatíveis com a suspeita de Doença pelo Coronavírus 2019 (COVID-19). O paciente está bem, com sinais brandos e recebeu as orientações de precaução padrão.

– As secretarias de saúde municipal e estadual de SP estão realizando a identificação dos contatos no domicílio, hospital e voo, com apoio da Anvisa junto à companhia aérea.

– Todas as ações e medidas seguidas estão de acordo com os protocolos do Ministério da Saúde e da OMS e diariamente atualizações são informadas em coletivas e boletins epidemiológicos.

. Mais informações, acesse https://t.co/67vBVaFUXo.

Vereador Jari convoca Secretário Municipal de Saúde para prestar esclarecimentos na Câmara Municipal

O vereador Jari, conseguiu nesta terça-feira(18), que um requerimento de sua autoria fosse aprovado para convocar o Secretário Municipal de Saúde, Alfredo Peixoto, para prestar esclarecimentos sobre a OS Mahatma Gandhi, que administra o Hospital do Retiro, a OS Associação Filantrópica Nova Esperança(AFNE), que administra o Hospital São João Batista, prestar esclarecimentos sobre a falta de medicamentos nos postos de saúde do município, farmácias e hospitais municipais, falta de médicos, falta de realização de exames de alto custo e a falta de realização de cirurgia de cataratas e eletivas no município de Volta Redonda.

O secretário terá um prazo de 10 dias para comparecer na Câmara Municipal para responder aos questionamentos do vereador Jari. O mesmo vereador tentou diversas vezes no passado aprovar este requerimento mais foi impedido pela base aliada do prefeito Samuca Silva.

Enfermeira do HSJB registra B.O. por Frustração do Direito Assegurado por Lei Trabalhista

Um enfermeira do Hospital São João Batista, em volta Redonda, esteve na delegacia da cidade nesta sexta-feira(14), para registrar um Boletim de Ocorrência por Frustração do Direito Assegurado por Lei Trabalhista, que é configurado no art. 203 do Código Penal.

Segundo o depoimento da vítima(enfermeira), a advogada do OS AFNE lhe chamou para comunicar que, a partir daquele momento, ela teria que se apresentar na Secretaria de Saúde Municipal já que a O.S. AFNE não a queria mais nos quadros do hospital. A enfermeira, que é concursada desde 1996 em regime CLT, se dirigiu até a delegacia e registrou a ocorrência para garantir seus direitos adquiridos.

Nos últimos meses, diversas denúncias dão conta de que a OS do HSJB está pressionando os funcionários a aceitarem novas regras trabalhistas e punindo aqueles que não aceitam.

O que diz o art. 203 do Código Penal:

Art. 203 – Frustrar, mediante fraude ou violência, direito assegurado pela legislação do trabalho:

Pena – detenção de um ano a dois anos, e multa, além da pena correspondente à violência. (Redação dada pela Lei nº 9.777, de 29.12.1998)

§ 1º Na mesma pena incorre quem: (Incluído pela Lei nº 9.777, de 1998)

I – obriga ou coage alguém a usar mercadorias de determinado estabelecimento, para impossibilitar o desligamento do serviço em virtude de dívida; (Incluído pela Lei nº 9.777, de 1998)

II – impede alguém de se desligar de serviços de qualquer natureza, mediante coação ou por meio da retenção de seus documentos pessoais ou contratuais. (Incluído pela Lei nº 9.777, de 1998)

§ 2º A pena é aumentada de um sexto a um terço se a vítima é menor de dezoito anos, idosa, gestante, indígena ou portadora de deficiência física ou mental. (Incluído pela Lei nº 9.777, de 1998)

Coronavírus: total de mortos sobe para 1.310 em Hubei

O número de mortos na província chinesa de Hubei, centro da epidemia do novo coronavírus, aumentou em 242 nas últimas 24 horas e mais do que duplicou relativamente ao dia anterior.

A Comissão Provincial de Saúde de Hubei (centro do país) disse hoje (13) que o total de mortos na província é agora de 1.310.

O número de mortos nas últimas 24 horas em Hubei ultrapassa o anterior recorde de mortes ocorrido em 10 de fevereiro (103 mortes).

A Comissão Provincial de Saúde informou que o aumento do total de casos é devido a uma nova definição mais ampla de infecção.

Nas últimas 24 horas, até o fim da quarta-feira, as autoridades registraram mais 14.840 novos casos da infeção em Hubei, cuja capital é Wuhan.

Os novos casos e mortes fazem com que o novo balanço na China seja de 1.350 mortes e 60 mil infecções.

Uma radiografia do tórax dos casos suspeitos pode ser considerada suficiente para diagnosticar o vírus, em vez de testes de ácido nucleico, disseram as autoridades de saúde.

Das 242 mortes em Wuhan, 135 foram diagnosticados segundo a nova metodologia, que torna possível fornecer um tratamento aos pacientes “o mais rapidamente possível” e “ser consistente” com a classificação usada nas outras províncias chinesas, explicou a Comissão Provincial de Saúde.

Dos 18.840 novos casos, 13.332 foram diagnosticados segundo os novos critérios.