Volta Redonda Notícias

Cerca de 15 bairros estão sem água em Volta Redonda

A cidade de Volta Redonda está sofrendo uma crise no abastecimento de água que se arrasta há vários anos. Muitos bairros da cidade precisam lidar com este problema diariamente e aparentemente não existe solução.

Nesta terça-feira(19) diversos bairros estão sem água, tais como Niterói, Vila Rica/Três Poços, Vila Mury, Santo Agostinho, São Luiz, Coqueiros, São Sebastião, Caieiras, Voldac, Volta Grande, Nova Primavera, Vila Brasília, Morada da Colina, Retiro, Belo Horizonte e São Lucas.

Até o momento não existe nenhuma informação no site da prefeitura municipal ou do SAAE-VR.

Admissibilidade de impeachment de Samuca Silva será votado dia 03 de março

Vereadores da cidade de Volta Redonda irão votar sobre a admissibilidade de processo de impeachment em face do prefeito Samuca Silva no dia 03 de março de 2020. A votação seria nesta terça-feira(18) porém, Marcelo Moreira, suplente do vereador Carlinhos Santana não conseguiu chegar a tempo da votação pois estava no Rio de Janeiro para um procedimento médico.

Neste dia 18, manifestantes pró e contra o impeachment compareceram nas dependências da Câmara Municipal de Volta Redonda para protestarem sobre o assunto. Muitos assessores de vereadores que apoiam o prefeito Samuca Silva, estiveram na plenário para vaiar a ação dos vereadores que desejavam o impeachment. Por outro lado, manifestantes a favor do processo gritaram no plenário palavras como “FORA SAMUCA”.

Foto: Gazeta Sul

Relembre o caso:

O vereador Carlinhos Santana, protocolou na tarde desta quinta-feira(23), um pedido de Impeachment em face do prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva. Segundo o vereador, um dos motivos foi a questão orçamentária da qual o prefeito não estaria cumprindo emendas impositivas nos últimos dois anos. O vereador ainda afirmou possuir provas robustas sobre as irregularidades cometidas pelo prefeito da cidade do aço.

Leia na íntegra o pronunciamento do vereador nas redes sociais:

“Boa tarde população de Volta Redonda. Demorei muito para tomar essa decisão, porque, pensei nos prós e nos contras. Até mesmo bem da minha cidade. Mas como vereador dessa cidade, sendo fiscalizador a quase três anos do governo, em vários momentos, entendendo que deveria votar contra as mensagens, porque era contra a população de Volta Redonda, também em vários momentos votei a favor, por entender que era melhor para Volta Redonda, chega um ponto, que é muito complicado você assistir de camarote. Então eu tive que tomar uma decisão, por que a população de Volta Redonda reclama e até mesmo clama por uma investigação, por um processo mais firme, dessa casa legislativa. E hoje, no dia de hoje, eu protocolei, na casa, um pedido de abertura, de um processo de afastamento, de um processo de Impeachment do prefeito municipal. Por questões orçamentárias principalmente. Por não estar cumprindo as emendas impositivas dos últimos dois anos, processo que recebi com várias documentações robustas inclusive, que deverá ser avaliado, deverá ser analisado, e outros e outros problemas que vem acontecendo na nossa cidade, concurso público, concurso seletivo, e a gente vê que a cidade pena. Não faço isso por causa das eleições, porque senão estaria batendo hoje, estaria discutindo a questão do Impeachment agora para aproveitar o momento, mas eu já venho fazendo a defesa e a fiscalização do executivo nos últimos três anos. Agora vai ser aberto o processo, o presidente desta casa provavelmente tomará as medidas de decisão junto com demais vereadores inclusive, da abertura ou não, do processo investigativo, e aí tem vários trâmites de acordo com a lei orgânica do município, e que a gente espera que seja feito o melhor para nossa cidade. Eu não fujo da minha responsabilidade, eu não fujo da obrigação que foi me dado nas eleições de 2016. Então hoje, eu tomo essa decisão, pelo meu mandato, pela minha responsabilidade, e por todas as pessoas que acreditam no legislativo de Volta Redonda. Muito obrigado”

Inscrições para concurso público do TRE/RJ vão até o dia 26

O Tribunal de Contas do Rio de Janeiro (TCE/RJ) está com inscrições abertas para a seleção que oferece 40 vagas no cargo de Analista de Controle Externo, diversas Áreas.

A confirmação de participação pode ser feita pela página do concurso público, no site do Cebraspe até o dia 26 de fevereiro. A taxa de inscrição é de R$ 124,00 e pode ser paga até o dia 19 de março.

ANALISTA – São oferecidas oportunidades em quatro áreas para o cargo de Analista de Controle Externo: Ciências Contábeis, Controle Externo, Direito e Tecnologia da Informação. Cada uma delas exige dos interessados em concorrer diploma na área de graduação correspondente. O valor da remuneração inicial bruta é de R$ 13.708,81.

A seleção compreenderá as fases de provas objetivas e discursivas, que serão aplicadas, respectivamente, nas datas prováveis de 25 e 26 de abril, e avaliação de títulos. Todas as fases do certame ocorrerão na cidade do Rio de Janeiro/RJ.

SERVIÇO

Concurso público: Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE/RJ)

Cargos: Analista de Controle Externo

Vagas: 40

Remuneração: R$ 13.708,81

Inscrições: até 26 de fevereiro

Taxa: R$ 124,00

Provas objetivas e discursiva: 25 e 26 de abril

CONTATO

Outras informações no site do certame ou na Central de Atendimento ao Candidato, de segunda a sexta, das 8h30 às 18h30 – Campus Universitário Darcy Ribeiro, Sede do Cebraspe – (61) 3448 0100.

Operação contra exploração sexual infantil contabiliza 38 prisões

Vitória/ES – Polícia Civil do Espírito Santo faz paralização até a meia noite de hoje(8) em protesto ao assassinato de um investigador em Colatina e às más condições de trabalho. (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

A 6ª fase da Operação Luz na Infância, deflagrada hoje (18) para identificar autores de crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes, contabiliza 38 prisões. São 94 mandados de busca sendo cumpridos por 579 agentes em 12 estados. Outros 18 mandados estão sendo cumpridos em quatro países: Colômbia, Estados Unidos, Paraguai e Panamá.

No Brasil, 14 prisões em flagrante foram feitas em São Paulo; nove em Santa Catarina; seis no Paraná; quatro em Mato Grosso do Sul; duas no Ceará e uma em cada um dos estados de Mato Grosso, Goiás e Rio Grande do Sul.

De acordo com o coordenador do Laboratório de Operações Cibernéticas da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça, Alessandro Barreto, o perfil dos criminosos abrange “pessoas acima de qualquer suspeita”, das “mais diversas classes sociais” e com idade que vai dos 17 a mais de 80 anos.

Segundo ele, é muito comum a ocorrência de pessoas reincidentes nessa prática criminosa. “Um dos presos de hoje já tinha, inclusive, mandado de prisão por abuso e exploração sexual”. Ele disse também ser comum encontrar pessoas que produzem esse tipo de conteúdo.

“Em todas as fases [da Operação Luz da Infância] conseguimos prender abusadores e produtores. Nessa fase não será diferente. Certamente terá produtores e, nesse caso, a pena é ainda mais severa”, informou.

Ouça na Rádio Nacional:

Denúncias

Barreto fez um apelo para que a população use os canais de denúncia para relatar casos suspeitos desse tipo de prática criminosa. “As denúncias são muito importantes para as investigações ficarem mais robustas”, argumentou.

A população pode procurar a delegacia de polícia mais próxima ou ligar para o Disque 100, que recebe denúncias anônimas sobre violações de direitos humanos. A ligação é gratuita e o serviço está disponível 24 horas por dia, incluindo sábados, domingos e feriados.

Barreto também destacou a importância de os pais estarem sempre atentos ao que os filhos consomem na internet.

“É muito comum aos pais instruírem seus filhos a não falarem com estranhos na rua. No entanto, esquecem de fazer o mesmo com relação à internet, que é um ambiente onde criminosos se fazem passar por crianças e acabam captando informações e dados”, explica o investigador.

Para evitar problemas desse tipo, ele sugere que os pais estabeleçam o controle parental tanto na internet como nos aplicativos de mensagens, redes sociais e jogos online utilizados pelas crianças e adolescentes.

“Os criminosos aproveitam todo e qualquer espaço onde haja crianças e adolescentes, para tentar atrair, pegar informações e obter imagens [íntimas]. É importante que os pais estejam sempre atentos para saber com quem o filho está falando e o tipo de serviço que o filho faz uso”, acrescentou.

De acordo com o coordenador da Secretaria de Operações Integradas, os riscos são menores quando os pais orientam os filhos sobre os riscos que correm nesse tipo de ambiente. “A cybereducação é muito importante para mitigarmos os efeitos danosos do abuso e da exploração sexual infantil”, completou.

Edição: Lílian Beraldo

Com informações da Agência Brasil

Admissibilidade de impeachment do prefeito de Volta Redonda deve ser analisado hoje

A Câmara de Vereadores de Volta Redonda, deverá analisar a admissibilidade de impeachment do prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, nesta terça-feira(18), durante a sessão que deverá ocorrer às 18:00h. A votação depende do comparecimento do suplente do vereador Carlinhos Santana, Marcelo Moreira, para assinar a notificação. O suplente já afirmou nas redes sociais que comparecerá à câmara hoje.

Caso aprovado, inicialmente uma comissão irá investigar as denúncias feitas pelo vereador Carlinhos Santana e caso a comissão identifique que o prefeito cometeu as irregularidades apontadas pelo vereador, o processo de impeachment é colocado em votação.

O vereador Carlinhos Santana não poderá votar hoje uma vez que é o autor do requerimento. Por este motivo, o suplente dele, o empresário Marcelo Moreira, deverá comparecer ao plenário para registrar o voto.

No dia 23 de janeiro de 2020 o vereador Carlinhos Santana protocolou o requerimento na câmara pedindo a instauração de processo de impeachment em face do prefeito da cidade do aço.